16 de fev de 2008

"Que seja feita à nossa imagem e semelhança"


É interessante ver como a ficção está cada vez mais perto da realidade.
Em matéria da France Presse, puplicada pelo site da Folha de S. Paulo (aqui), é feito uma abordagem sobre a possibilidade de humanos e robôs fazerem sexo ainda neste século.

Assim que li essa matéria, me surgiu na memória o filme estrelado por Robin Williams "O Homem Bicentenário" de 1999, que conta a história de uma família que compra um "utensílio doméstico" para tarefas da casa, um robô, que com o tempo vai adquirindo percepções humanas... quem não viu, vale a pena.

Mas é interessante ver a discussão sobre algo que num futuro próximo poderá ser real, quando que em 15 ou 20 anos atrás seria apenas ficção... não que um robô venha se tornar um quase humano, como sugere o filme, mas a sensação de fazer algo à imagem e semelhança dos humanos. É quase que "brincar de Deus".

Nenhum comentário:

Postar um comentário