11 de jul de 2009

As novas ondas (ou velhas)


Pronto, resolvi aderir às novas ondas da tecnologia, mesmo que atrasado.
Estou achando fantástico até o momento, principalmente o twitter que é praticamente uma mistura de microblog com chat.

Quero ver se quando minha diretora voltar das férias, consigo convencê-la a aderir ao twitter, pelo menos para postar informações relavantes do IEA.

Tenho visto muita gente falando e falando de facebook e twitter, sobre patrocínios, sobre a nova onda da comunicação mas, realmente, não sei o grande barato disso. Não deixa de ser interessante mas, os blogs não são interessantes? Posso até estar errado, mas acho que estão fazendo muito bla-bla-bla por nada (ou não).

Agora quanto ao blog do hemangioma, estou pensando se vale mesmo a pena continuar ou como dizem os businessmans de plantão usar sinergia com o site da abraphel. Pensei em mudar para o ning, que é uma boa opção porém a pesquisa que fiz em todas as comunidades de hemangioma, não obtive sequer uma resposta (esse povo é tímido!).

Mas, vamos em frente que a vida continua!

Ah, já ia me esquecendo:

www.twitter.com/valerioalex

www.facebook.com/valerioalex

Da Abraphel
www.twitter.com/abraphel

Um comentário:

  1. Valério, eu também aderi às novidades do momento, Twitter e Facebook, ainda que o tenha feito um pouco contrariada. Como eu deletei minha conta no Orkut há bastante tempo, sinto-me incomodada com qualquer rede social que me faça lembrar dele e tenho, sim, grande resistência a isso. Não posso dizer que gosto desses novos recursos; ainda estou testando.

    Quanto ao blog sobre Hemangioma _ que eu conheço, assim como o site da Abraphel_ acho que seria interessante reunir tudo em um único espaço. Imagino que você não tenha obtido resposta sobre o uso do Ning, pois as pessoas ainda não conhecem essa plataforma; eu só conheci quando fui chamada a participar de uma rede ali criada. Quando eu comecei a usar o Ning com os alunos, primeiro eu criei a rede social, arrumei o que queria dentro dela e só depois divulguei. Não adianta perguntar se as pessoas querem, sem que elas tenham o que olhar. Acho que seria interessante, para vocês, ter tudo reunido em só lugar: fotos, vídeos, arquivos, fóruns e o blog que pode ser todo levado pra lá.

    Um abraço!

    ResponderExcluir